1º Círculo – Marcos 10, 2-16

O Senhor te abençoe de Sião cada dia de tua vida.

Salmo 127 (128)

1-  ACOLHIDA

  • Um canto inicial
  • Criar um bom ambiente. Dar as boas-vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Apresentar brevemente o assunto que vai ser refletido, meditado e rezado neste encontro.
  • Invocar a luz do Espírito Santo.

2 –  CHAVE DE LEITURA

Dirigente: Marcos apresenta à sua comunidade diferentes ensinamentos catequéticos. Aos poucos, a catequese mostra aos que iniciam o caminho da fé quem é Jesus e o que significa comprometer-se com ele.

Leitor 1.  Hoje, vamos refletir sobre o matrimônio. Mas o que tem a ver este assunto com o seguimento de Jesus? Casados também podem viver como discípulos de Jesus?

O plano de Deus sob o matrimônio se situa no amor, em uma relação de reciprocidade, de complementaridade do homem e da mulher que se transforma em unidade de vida (“uma só carne”) quando um homem e uma mulher optam um pelo outro.

Leitor 2. Vamos conversar sobre o assunto e aprender uns dos outros: Qual a resposta que nós damos a estas perguntas apresentadas no assunto acima?

3 –   MEDITAR A PALAVRA DE DEUS. Marcos 10, 2-16

Dirigente: Vamos ouvir a Palavra de Deus. A leitura do texto da Bíblia é um momento solene. É Deus quem nos dirige a Palavra. Por isso, vamos abrir o coração para Ele, entoando um canto de aclamação

4 – PARA INTRODUZIR A LEITURA

Leitor 1.  O texto que vamos ouvir descreve que Jesus recusa ver o matrimônio a partir de permissões ou restrições legalistas. Ele reconduz o matrimônio ao sentido fundamental: aliança do amor, e como tal, abençoado por Deus. Diante desse princípio, marido e mulher são igualmente responsáveis por uma união que deve crescer sempre, e os dois se equiparam quanto aos direitos e deveres.

5 – LEITURA DO TEXTO DA BÍBLIA:   Marcos 10, 2-16

Momento de silêncio para a Palavra de Deus poder calar em nós.

Perguntas que nos ajudam a interpretar a vida e a Bíblia.

1-  O que o texto está dizendo? O que Jesus quer para que cada um de nós seja seu discípulo?

2- O que o texto diz para nós? Ou seja, o que o exemplo de Jesus nos ensina?

3- O que o texto nos faz dizer a Deus?

6-  CONTEMPLAR: OLHA A VIDA COMO DEUS OLHA

Leitor 1. Vamos ficar em silêncio, enquanto pensamos em Jesus com seus discípulos. Imagine-se agora recebendo um abraço do próprio Jesus. Abracemo-nos fraternalmente. Vamos concluir com a oração do Pai-Nosso e uma Ave Maria.

Bênção BÍBLICA: Invoquemos, com confiança, a bênção do Senhor: O Senhor nos abençoe e nos guarde! O Senhor nos mostre o seu rosto brilhante e tenha piedade de nós! O Senhor nos mostre o seu rosto e nos conceda a paz! (Nm 6,24-27).

 COMPROMISSO DA SEMANA

  1. Anotar o texto que será estudado no próximo encontro.
  2. Distribuir as várias tarefas da acolhida e da leitura do próximo encontro.
  3. Marcar data e local da próxima reunião do grupo

2º Círculo – Marcos 10, 17-30

Saciai-nos, ó Senhor, com vosso amor, e exultaremos de alegria!

Salmo 89 (90)

 1-  ACOLHIDA

  • Um canto inicial
  • Criar um bom ambiente. Dar as boas-vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Apresentar brevemente o assunto que vai ser refletido, meditado e rezado neste encontro.
  • Invocar a luz do Espírito Santo.

2 –  CHAVE DE LEITURA

Dirigente: Jesus está caminhando para Jerusalém e continua com seus ensinamentos sobre o que significa ser discípulo ou discípula. Desta vez um jovem riquíssimo, vai até Jesus para saber, o que deve fazer para ser discípulo e ter a vida eterna. Jesus está ensinando que o seguimento do discipulado é cruz neste mundo, e ressurreição de vida eterna!

Leitor 1. O jovem rico, que foi ter com Jesus disse-lhe, que conhece e prática todos os mandamentos. Mas tem uma insegurança íntima, e é, a mesma que nos acompanha muitas vezes, no cotidiano de cada dia, e das noites escuras dos nossos sofrimentos. “Será que terei a vida eterna… Irei para o céu? Estou no caminho certo seguindo o Cristo?

Leitor 2. A liturgia deste domingo, nos leva a enfrentar a teologia enganosa, da moda da prosperidade, mas uma prosperidade, feita de riquezas materiais, posses e acumulações, só para esta vida. Pregam o evangelho da prosperidade, das riquezas insaciáveis, convencem as almas simples, a terem aversão a cruz de Cristo.

-Vamos conversar sobre o assunto e apreender uns com os outros.

1- Qual o sentido evangelizador das opções que a caminhada do seguimento de Jesus vai provocando?

2- E o que acontece quando a gente deixa tudo para seguir a Jesus e continuar o seu projeto?

3 –   MEDITAR A PALAVRA DE DEUS. Marcos 10, 17-30

Dirigente: Vamos ouvir a Palavra de Deus. A leitura do texto da Bíblia é um momento solene. É Deus quem nos dirige a Palavra. Por isso, vamos abrir o coração para Ele, entoando um canto de aclamação.

4 – PARA INTRODUZIR A LEITURA

Leitor 1.  O texto que vamos ouvir descreve os discípulos e as discípulas de Jesus que vão seguindo, atrás dele, em direção a Jerusalém. Eles e elas estão com medo, porque percebem a situação crítica em que se encontram: Jesus está sendo continuamente ameaçado de morte. O que será do grupo, depois da prisão, tortura e morte de Jesus? Pedro expressa este sentimento: “Eis que nós deixamos tudo e te seguimos”. Jesus lhe garante que vão receber cem vezes mais do que aquilo que deixaram por causa dele, com perseguição.

5 – LEITURA DO TEXTO DA BÍBLIA:   Marcos 10, 17-30

Momento de silêncio para a Palavra de Deus poder calar em nós.

Perguntas que nos ajudam a interpretar a vida e a Bíblia.

1- Quais os sentimentos que transparecem neste texto?

2- Afinal, segundo a promessa de Jesus, o que é mesmo que as discípulas vão receber?

3- Qual a visão de Jesus sobre a vida? O que é realmente importante para ele?

4- Será que estamos conseguindo olhara nossa vida, a caminhada da comunidade, o Brasil e o mundo com o olhar de Jesus Cristo?

6-  CONTEMPLAR: OLHA A VIDA COMO DEUS OLHA

Leitor 1. Com os olhos fechados, vamos imaginar ser esse alguém correndo, pôr-se lado a lado caminhando e conversando com Jesus. Vou escutar Jesus dizendo “para os homens isso é impossível, mas não para Deus. Para Deus tudo é possível.” Vamos concluir com a oração do Pai-Nosso e uma Ave Maria.

Bênção BÍBLICA: Invoquemos, com confiança, a bênção do Senhor: O Senhor nos abençoe e nos guarde! O Senhor nos mostre o seu rosto brilhante e tenha piedade de nós! O Senhor nos mostre o seu rosto e nos conceda a paz! (Nm 6,24-27).

COMPROMISSO DA SEMANA

  1. Anotar o texto que será estudado no próximo encontro.
  2. Distribuir as várias tarefas da acolhida e da leitura do próximo encontro.

Marcar data e local da próxima reunião do grupo
 3º Círculo – Marcos 10, 35-45

 Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, pois em vós, nós esperamos!

Salmo 32 (33)

1-  ACOLHIDA

  • Um canto inicial
  • Criar um bom ambiente. Dar as boas-vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Apresentar brevemente o assunto que vai ser refletido, meditado e rezado neste encontro.
  1. Invocar a luz do Espírito Santo.

2 – CHAVE DE LEITURA

Dirigente: Jesus anunciar a sua morte como consequência de toda a sua vida. Enquanto Tiago e João sonham com poder e honrarias, suscitando discórdias e competição entre os outros discípulos. Jesus mostra que a única coisa importante para o discípulo é seguir o exemplo dele: Servir e não ser servido.

Leitor 1. Vamos conversar sobre este assunto e aprender uns dos outros: Dar a sua vida como resgate em favor de muitos. Nós costumamos dizer: Jesus pagou por nós. É isto que o Evangelho que dizer como resgate?

Leitor 2. Hoje celebramos o Dia Mundial das Missões e da Infância Missionária, propomo-nos a anunciar o Evangelho da vida numa atitude de despojamento e simplicidade, dando testemunho de uma nova maneira de viver o projeto de Deus!

3 – MEDITAR A PALAVRA DE DEUS. Marcos 10, 35-45

Dirigente: Vamos ouvir a Palavra de Deus. A leitura do texto da Bíblia é um momento solene. É Deus quem nos dirige a Palavra. Por isso, vamos abrir o coração para Ele, entoando um canto de aclamação.

4 – PARA INTRODUZIR A LEITURA

Leitor 1. O texto que vamos ouvir descreve o que costumamos dizer: Jesus pagou por nós: Então poderíamos ficar tranquilos, porque Jesus já saldou nossa dívida. Mas ele quer dizer que seu amor é tão profundo que supera os limites e atinge muita gente. Que a partir de sua morte e ressurreição muita gente vai viver conforme o ensinamento de Jesus Cristo, até morrer em favor dos outros, ocupados totalmente com o bem da comunidade.

5 – LEITURA DO TEXTO DA BÍBLIA: Marcos 10, 35-45

Momento de silêncio para a Palavra de Deus poder calar em nós.

Perguntas que nos ajudam a interpretar a vida e a Bíblia.

1- O que mais chamou atenção neste texto? Por quê?

2- O que o texto nos diz referente ao grande amor de Jesus?

3- E o que o texto nos faz dizer a Deus?

6- CONTEMPLAR: OLHA A VIDA COMO DEUS OLHA

Leitor 1. Como luz para a missão, coloque a sua Bíblia próxima à vela acesa.

Em quanto os outros fazem o mesmo, todos cantam uma canção à Palavra de Deus.

Vamos concluir com a oração do Pai-Nosso e uma Ave Maria.

Bênção BÍBLICA: Invoquemos, com confiança, a bênção do Senhor: O Senhor nos abençoe e nos guarde! O Senhor nos mostre o seu rosto brilhante e tenha piedade de nós! O Senhor nos mostre o seu rosto e nos conceda a paz! (Nm 6,24-27).

COMPROMISSO DA SEMANA

  1. Anotar o texto que será estudado no próximo encontro.
  2. Distribuir as várias tarefas da acolhida e da leitura do próximo encontro.
  3. Marcar data e local da próxima reunião do grupo

4º Círculo – Marcos 10, 46- 52

Maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!

Salmo 125 (126)

 1- ACOLHIDA

  • Um canto inicial
  • Criar um bom ambiente. Dar as boas-vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Apresentar brevemente o assunto que vai ser refletido, meditado e rezado neste encontro.
  • Invocar a luz do Espírito Santo.

2 – CHAVE DE LEITURA

Dirigente: A liturgia de hoje, nos faz refletir, o Evangelho de São Marcos: “a cura do cego de Jericó”. Jericó cidade das palmeiras, o último milagre de Jesus; encerrando assim a caminhada de Jesus para Jerusalém, onde Ele dará sua vida, será morto e ressuscitará.

Leitor 1. Marcos escreveu este texto da “Boa Nova,” para os cristãos romanos convertidos, que vieram do paganismo, lá pelos anos setenta da era cristã em Roma, um tempo em que os cristãos, estavam sendo perseguidos de morte, pelo imperador Nero.

Leitor 2. A cura do cego de Jericó é como um sinal, um espelho, no qual as comunidades se viam; uma luz de esperança. Marcos narra a última cena do percurso percorrido, por Nosso Senhor a caminho de Jerusalém. Tudo começou na Galileia, não foi fácil os três anos de vida pública do Senhor, pregando e revelando os mistérios do Reino de Deus.

Vamos conversar sobre este assunto e aprender uns dos outros:

Hoje é fácil seguir Jesus? Que condições são apresentadas para o seguimento de Jesus?

3 – MEDITAR A PALAVRA DE DEUS. Marcos 10, 46-52

Dirigente: Vamos ouvir a Palavra de Deus. A leitura do texto da Bíblia é um momento solene. É Deus quem nos dirige a Palavra. Por isso, vamos abrir o coração para Ele, entoando um canto de aclamação.

4 – PARA INTRODUZIR A LEITURA

Leitor 1. O texto que vamos estudar hoje fala de um mendigo cego, chamado Batimeu, que ouve Jesus passar pelo caminho. E grita. Ora, Bartimeu não conhece bem Jesus. Apenas ouviu falar Dele. Mas o grito de Bartimeu chega a Jesus. Então tudo acontece.

5 – LEITURA DO TEXTO DA BÍBLIA: Marcos 10, 46-52

Momento de silêncio para a Palavra de Deus poder calar em nosso coração.

Perguntas que nos ajudam a interpretar a vida e a Bíblia.

1- O que o texto diz? Quais os personagens presentes e o que cada um faz?

2- O que o texto diz para nós, hoje?

3- O que o texto nos leva a dizer a Deus?

6- CONTEMPLAR: OLHA A VIDA COMO DEUS OLHA

Leitor 1. Quando Deus olha o mundo, Ele o Vê com o olhar de seu Filho Jesus: com compaixão, ternura, amor, igualdade. Nós também devemos olhar o mundo assim. Em silencio, vamos imaginar Jesus convidando-nos a imitá-lo.

COMPROMISSO: O que a Palavra de Deus nos leva a fazer?

Como Batimeu, queremos seguir Jesus no caminho. E um caminho que sobe para Jerusalém. Vamos assumir um caminho que nos coloque todos no mesmo caminho, seguindo Jesus.

Encerrando o mês missionário, somos “enviados para anunciar Evangelho da paz”.

COMPARTILHAR