1° CÍRCULO – Marcos 13, 33-37

 “Vigiai: não sabeis quando o dono da casa vem”

  1. Preparação do ambiente
  2. a) Símbolos próprios do Advento: Vela acesa, apagar as luzes, simbolizando o tempo de espera. Usar outros símbolos a critério. Fundo musical com cantos, enquanto as pessoas chegam;
  3. b) Acolher com alegria os participantes, valorizando as pessoas que moram na casa e os visitantes. Preparar um gesto de acolhida.

 

  1. Oração inicial
  2. a) Invocação às luzes do Espírito Santo, cantando (“A nós descei” ou “A luz resplandeceu”);
  3. b) Recordação da vida ou revisão do dia.

 

  1. Escutar a Palavra de Deus, que traz luz para vida.
  2. a) Chave de leitura: Iniciamos um novo tempo litúrgico. Eis que chega o tempo da esperança, da preparação, da vigilância. Para que o nosso coração se enriqueça desta certeza: Deus vem. O Senhor vem ao nosso encontro. Para que a nossa vida se inunde de um amor grande: Deus conosco, Emanuel. Para que o nosso ser seja plenamente enriquecido da graça da presença de um Menino que para nós é tudo. Vigiemos, portanto. Vivamos atentos. Preparemos todo o nosso interior para a chegada de Deus!

 

  1. b) Canto de aclamação: a critério.
  2. c) Leitura do texto: Marcos 13, 33-37
  3. d) Momento de silêncio: Interiorização da leitura

 

  1. Meditar a palavra para fazer aparecer a luz
  2. a) Ler o texto, em silêncio;
  3. b) Retomar o texto, lendo-o em voz alta (Uma pessoa);
  4. c) Relembrar o texto, destacando personagens, símbolos, falas e o lugar/espaço dos acontecimentos.

 

4.1 Questões para reflexão:

– O que mais lhe chamou a atenção? Por quê?

– Como a leitura deste texto nos ajuda a preparar o Natal?

 

  1. Rezar a palavra para transformar a Luz em vida

Hoje, também somos chamados a sermos vigilantes, atentos:  “o Senhor vem”. A nossa caminhada humana não é um avançar sem sentido ao encontro do nada, mas uma caminhada feita na alegria ao encontro do Senhor que vem. Vamos responder à Palavra de Deus com nossas preces e nossos pedidos.

 

Preces: (As pessoas podem fazer suas preces em voz alta ou em silêncio).

 

Resposta: Vem, Senhor, vem nos salvar; com o teu povo, vem caminhar.

 

Pensar um gesto concreto, pessoal ou comunitário, de acordo com a realidade local.

 

  1. Vamos rezar o Salmo 79(80) – Rezar na Bíblia

 

Oração do Senhor  – Pai-nosso…

Ave-Maria…

Oração e saudação da paz.

 

Bênção: O Deus fiel às promessas feitas aos nossos pais e mães nos mantenha em seu amor, vigilantes para o dia da vinda de Jesus Cristo, nosso Salvador. Amém.

 

– Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

– Para sempre seja louvado!

 

 

 

2° Círculo – Marcos 1,1-8

 

 

Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade,

e a vossa salvação nos concedei!

(Salmo 84/85)

 

  1. Preparação do ambiente
  2. a) Símbolos próprios do Advento: Vela acesa, apagar as luzes, simbolizando o tempo de espera. Usar outros símbolos a critério. Fundo musical com cantos, enquanto as pessoas chegam;
  3. b) Acolher com alegria os participantes, valorizando as pessoas que moram na casa e os visitantes. Preparar um gesto de acolhida.

 

  1. Oração inicial
  2. a) Invocação às luzes do Espírito Santo, cantando (“A nós descei” ou “A luz resplandeceu”);
  3. b) Recordação da vida ou revisão do dia.

 

  1. Escutar a Palavra de Deus, que traz luz para vida.
  2. a) Chave de leitura: A introdução “início do Evangelho de Jesus Cristo” é a chave de leitura de todo o Evangelho de Marcos. Faz referência, como a um fundamento: a profecia de Isaías. A boa notícia, anunciada pelos Profetas, agora é expressa na “voz que grita”. É  João que chegou batizando com água do Jordão e recebendo a confissão dos pecados a Judeia inteira. O Evangelho apresenta a figura austera de João, que vestia um traje de pele de camelo e cinto de couro. Alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre. Sua pregação era forte. Não anuncia a si mesmo.”Depois de mim vem aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desatar a correia das sandálias dele”.

 

  1. b) Canto de aclamação: a critério.
  2. c) Leitura do texto: Marcos 1,1-8
  3. d) Momento de silêncio: Interiorização da leitura

 

  1. Meditar a palavra para fazer aparecer a luz
  2. a) Ler o texto, em silêncio;
  3. b) Retomar o texto, lendo-o em voz alta (Uma pessoa);
  4. c) Relembrar o texto, destacando personagens, símbolos, falas e o lugar/espaço dos acontecimentos.

 

4.1 Questões para reflexão:

– O que mais lhe chamou a atenção? Por quê?

– Como a leitura deste texto nos ajuda a preparar o Natal?

– Como vivo meu Batismo? Sinto-me profeta, mensageiro, porta-voz de Deus?

 

  1. Rezar a palavra para transformar a Luz em vida

Todos nós somos convocados a ser como João Batista: testemunhas, profetas, mensageiros, discípulos e missionários de Jesus Cristo. Vamos responder à Palavra de Deus com nossas preces e nossos pedidos.

 

Preces: (As pessoas podem fazer suas preces em voz alta ou em silêncio).

 

Resposta: Ó vem, Senhor, não tardes mais!  Vem saciar nossa sede de Paz!  

 

Pensar um gesto concreto, pessoal ou comunitário, de acordo com a realidade local.

 

  1. Vamos rezar o Salmo 84(85) – Rezar na Bíblia

 

Oração do Senhor – Pai-nosso…

Ave-Maria…

Oração e saudação da paz.

 

Bênção: O Deus fiel às promessas feitas aos nossos pais e mães nos mantenha em seu amor, vigilantes para o dia da vinda de Jesus Cristo, nosso Salvador. Amém.

 

– Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo.

– Para sempre seja louvado!

 

 

 

3° Círculo – João 1, 6-8.19-28

 

 

“Alegrai-vos sempre no Senhor”

 

 

 

  1. Preparação do ambiente
  2. a) Símbolos próprios do Advento: Vela acesa, apagar as luzes, simbolizando o tempo de espera. Usar outros símbolos a critério. Fundo musical com cantos, enquanto as pessoas chegam;
  3. b) Acolher com alegria os participantes, valorizando as pessoas que moram na casa e os visitantes. Preparar um gesto de acolhida.

 

  1. Oração inicial
  2. a) Invocação às luzes do Espírito Santo, cantando (“A nós descei” ou “A luz resplandeceu”);
  3. b) Recordação da vida ou revisão do dia.

 

  1. Escutar a Palavra de Deus, que traz luz para a vida.
  2. a) Chave de leitura: João é o “homem enviado por Deus”, o profeta, o mensageiro, o porta-voz de Deus. É aquele que testemunha e anuncia a chegada do Messias. Ele é como uma sentinela que aguarda o sol despontar para gritar que o dia chegou. O interrogatório dos judeus, em Betânia, busca reconhecer a identidade de João, que está se tornando bastante popular. A este interrogatório João responde que não é Elias, nem o Messias, nem o Profeta. Diz ser a “voz que clama no deserto”.

 

  1. b) Canto de aclamação: a critério.
  2. c) Leitura do texto: João 1, 6-8.19-28
  3. d) Momento de silêncio: Interiorização da leitura

 

  1. Meditar a palavra para fazer aparecer a luz
  2. a) Ler o texto, em silêncio;
  3. b) Retomar o texto, lendo-o em voz alta (Uma pessoa);
  4. c) Relembrar o texto, destacando personagens, símbolos, falas e o lugar/espaço dos acontecimentos.

 

 

4.1 Questões para reflexão:

– O que mais lhe chamou a atenção? Por quê?

– Como a leitura deste texto nos ajuda a preparar o Natal?

 

  1. Rezar a palavra para transformar a Luz em vida

Todos nós podemos ser como João Batista: testemunhas, discípulos e missionários de Jesus Cristo. Vamos responder à Palavra de Deus com nossas preces e nossos pedidos.

 

Preces: (As pessoas podem fazer suas preces em voz alta ou em silêncio).

 

Resposta: Ó vem, Senhor, não tardes mais!  Vem saciar nossa sede de Paz!  

 

Pensar um gesto concreto, pessoal ou comunitário, de acordo com a realidade local.

 

  1. Vamos rezar a Oração do Senhor

Pai-nosso…

Ave-Maria…

Oração e saudação da paz.

 

Bênção: O Deus fiel às promessas feitas aos nossos pais e mães nos mantenha em seu amor, vigilantes para o dia da vinda de Jesus Cristo, nosso Salvador. Amém.

 

 

 

4° Círculo – Lucas 1, 26-38

 

“Céus, deixai cair o orvalho; nuvens, chovei o justo;

abra-se a terra e brote o Salvador!”

(Is 45,8).

 

  1. Preparação do ambiente
  2. a) Símbolos próprios do Advento: Vela acesa, apagar as luzes, simbolizando o tempo de Espera. Colocar em destaque a Bíblia e a Imagem de Nossa Senhora (Maria). Fundo musical com cantos, enquanto as pessoas chegam;
  3. b) Acolher com alegria os participantes, valorizando as pessoas que moram na casa e os visitantes. Preparar um gesto de acolhida.

 

  1. Oração inicial
  2. a) Invocação às luzes do Espírito Santo, cantando (“A nós descei” ou “A luz resplandeceu”);
  3. b) Recordação da vida ou revisão do dia.

 

  1. Escutar a Palavra de Deus, que traz luz para a vida.
  2. a) Chave de leitura: O lugar onde acontece este fato é uma pequena aldeia da Galileia: Nazaré. A pessoa a quem Deus envia seu mensageiro é uma jovem como as outras de seu tempo: Maria. Fica preocupada e pede explicações. Por isso, fica sabendo que o que lhe acontecerá é obra do Espírito Santo e que o Menino do qual será Mãe é o próprio Filho de Deus. Sabendo que a Deus nada é impossível, com fé, faz seu ato de disponibilidade ao Projeto de Deus: “Eu sou uma serva de Deus; que aconteça comigo o que o Senhor acabou de me dizer!” Aprendo com Maria a buscar, perceber os sinais de Deus, a dialogar com Deus, a ouvi-lo, a discernir a vontade de Deus e a dizer “sim”.

 

  1. b) Canto de aclamação: a critério.
  2. c) Leitura do texto: Lucas 1, 26-38
  3. d) Momento de silêncio: Interiorização da leitura

 

  1. Meditar a palavra para fazer aparecer a luz
  2. a) Ler o texto, em silêncio;
  3. b) Retomar o texto, lendo-o em voz alta (Uma pessoa);
  4. c) Relembrar o texto, destacando personagens, símbolos, falas e o lugar/espaço dos acontecimentos.

 

4.1 Questões para reflexão:

– O que mais lhe chamou a atenção? Por quê?

– Como acolho os “anúncios” de Deus na minha vida?

– Respondo com fé e disponibilidade?

  1. Rezar a palavra para transformar a Luz em vida

O anúncio de Nazaré continua hoje, de muitas formas e através de muitas pessoas. Vamos responder à Palavra de Deus com nossas preces e nossos pedidos.

 

Preces: (As pessoas podem fazer suas preces em voz alta ou em silêncio).

 

Resposta: Ó vem, Senhor, não tardes mais!  Vem saciar nossa sede de Paz!  

 

Pensar um gesto concreto, pessoal ou comunitário, de acordo com a realidade local.

 

  1. Vamos rezar o Salmo 88(89) – Rezar na Bíblia

Pai-nosso…

Ave-Maria…

Oração e saudação da paz.

 

Bênção: A bênção do Deus de Sara, Abraão e Agar, a bênção do Filho, nascido de Maria, a bênção do Espírito Santo de amor, que cuida com carinho, qual mãe cuida da gente, esteja sobre todos nós. Amém!

 

Canto: Maria de Nazaré

 

 

 

5° Círculo – Lucas 2, 22-40

 

Sagrada Família

 

Felizes os que temem o Senhor

e trilham seus caminhos!

(Salmo 127/128)

 

  1. Preparação do ambiente
  2. a) Símbolos próprios do Natal: Toalha branca, colocar em destaque a Bíblia e a Imagem da Sagrada Família, frases do evangelho do dia.
  3. b) Acolher com alegria os participantes, valorizando as pessoas que moram na casa e os visitantes. Preparar um gesto de acolhida.

 

  1. Oração inicial
  2. a) Invocação às luzes do Espírito Santo, cantando (“A nós descei” ou “A luz resplandeceu”);
  3. b) Recordação da vida ou revisão do dia.

 

  1. Escutar a Palavra de Deus, que traz luz para a vida.
  2. a) Chave de leitura: Alguns aspectos merecem ser destacados neste texto:

 

Dirigente: 1º- Observo Jesus recém-nascido. Aparentemente em tudo é semelhante aos outros. Mas, não passa despercebido: O Espírito Santo abre os olhos da fé ao velho Simeão, que se aproxima e, tomando o Menino nos braços, reconhece nele o Messias. Este Menino, profetiza Simeão, será “sinal de contradição”.

 

Leitor 1: 2º – Para a Mãe, surpresa, Simeão prediz que a salvação acontecerá através do sofrimento – “espada afiada” –  do qual também ela participará.

 

Leitor 2. 3º – O tema da oferenda mistura-se com o tema da luz: “uma luz para mostrar o caminho a todos”. O Menino será luz das gentes e glória de Israel. Assim, Maria se revela como um candelabro que apresenta Jesus, “Luz do mundo”.

 

  1. b) Canto de aclamação: a critério.
  2. c) Leitura do texto: Lucas 2, 22-40
  3. d) Momento de silêncio: Interiorização da leitura

 

  1. Meditar a palavra para fazer aparecer a luz
  2. a) Ler o texto, em silêncio;
  3. b) Retomar o texto, lendo-o em voz alta (Uma pessoa);
  4. c) Relembrar o texto, destacando personagens, símbolos, falas e o lugar/espaço dos acontecimentos.

 

4.1 Questões para reflexão:

– O que mais lhe chamou a atenção? Por quê?

– Qual o meu novo olhar a partir da Palavra?

– O que a Palavra nos leva a dizer a Deus?

 

  1. Rezar a palavra para transformar a Luz em vida

A Palavra nos motiva a fazer, hoje, uma prece a Maria.

 

Ó minha Mãe, Maria, neste momento, a luz do teu Filho Jesus brilhou diante de meus olhos, iluminou minha mente e se acendeu no meu coração.

Quero também ser, como tu és, um candelabro para que a Luz brilhe na minha casa, na minha família, no meu trabalho, por onde eu passar, em todos os ambientes de comunicação, em todo o mundo.

 

Pai-nosso…

Ave-Maria…

 

Canto. Olhando a Sagrada Família/Jesus, Maria e José

Saibamos fazer a partilha /dos gestos de amor e de fé

 Maria, mãe santa e esposa exemplar; José, pai zeloso, voltado ao seu lar;

Jesus, filho amado, em missão de salvar/Caminhos distintos, num só caminhar

Maria do sim e do amor doação; / José, operário a serviço do pão;

Jesus, ocupado com sua missão/Três vidas distintas num só coração

Se todas as mães em Maria se acharem/E todos os pais em José se espelharem/Se todos os filhos em Cristo se olharem/Serão mais família, quanto mais se amarem.

Bênção: A bênção do Deus de Sara, Abraão e Agar, a bênção do Filho, nascido de Maria, a bênção do Espírito Santo de amor, que cuida com carinho, qual mãe cuida da gente, esteja sobre todos nós. Amém!

 

COMPARTILHAR