Em processo de formação para a criação do Conselho Diocesano do Laicato – CDL, a Diocese de Guarabira encerrou na manhã do último sábado, 21 de julho a primeira etapa de Formação Continuada para os(as) leigos(as) das Paróquias que compõem a Diocese de Guarabira.

Foi um ciclo de três encontros com o objetivo de (in)formar sobre a importância do leigo(a) na Igreja, sua atuação e necessidade de formar os Conselhos de Laicato nas Paróquias e consequentemente na Diocese, em função do Ano Nacional do Laicato instituído pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB (26 de novembro de 2017 a 25 de novembro de 2018) em 2017.

O bispo Dom Aldemiro Sena frisou mais uma vez a importância para a Diocese de formar e manter o CDL e com base nos CPL – Conselhos Paroquiais do Laicato. O padre Bosco, coordenador de Pastoral na Diocese enfatizou sempre a pertinência de os(as) leigos(as) se organizarem, pois o clero, os diáconos já tem suas organizações em Conselhos e é chegada a hora, então do laicato se organizar também.

Todo processo de formação foi assessorado por uma comissão de leigos(as) e contou também com colaboração do padre Bosco e da Irmã Irenice e a presença do bispo Dom Aldemiro.

Ainda no sábado, 21 foi discutido e aprovado o Estatuto do Conselho Diocesano do Laicato que será apresentado aos leigos(as) que serão candidatos ao CDL na Assembleia Diocesana do Laicato que acontecerá em Guarabira no dia 26 de agosto, na Cúria Diocesana. Esse processo de discussão foi coordenado pelo professor Assis Souza e pela professora Uzenilda Florentino, ambos da Comissão Diocesana do Laicato.

Vale lembrar que as Paróquias estão em processo de criação dos CPLs, onde algumas já elegeram seus Conselhos e as demais o farão até o final do mês de julho, pois devem estar com toda documentação regularizada para participar do pleito.

Roguemos a Deus por uma composição de Conselhos atuantes e que deem uma face a nossa Diocese.     

Diocese de Guarabira

PASCOM

COMPARTILHAR