Dom Aldemiro Sena na Assembleia – Foto: Rafael Augusto

O bispo diocesano de Guarabira, Dom Aldemiro Sena dos Santos, participou do segundo dia de trabalhos na 54ª Assembleia Pastoral Regional, que começou cedo, com a Santa Missa, presidida por Dom Antônio Carlos, Bispo Diocesano de Caicó. Em Seguida, a abertura das discussões se deu com a explanação do tema do encontro, que foi ministrado por Dom Francisco Sales, Bispo de Cajazeiras, ele fez uma leitura interpretativa das Diretrizes Gerais, e da missão, como fundamento e dinamismo permanente.

O objeto de estudo realizado pela manhã, teve a tarefa central de atualizar e discutir as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora (DGAE) da Igreja no Brasil para o quadriênio 2019 a 2023, pautando-se a partir da Palavra, da Eucaristia, da Caridade e da Missão.

Dom Francisco lembrava que para a ação evangelizadora surtir efeito, é preciso escutar, refletir à realidade e agir. “As Diretrizes reforçam que vivemos uma cultura urbana, cada vez mais plural, onde o cristianismo deixou de ser o eixo aglutinador e aí está um grande desafio para a evangelização”, acentuou o Bispo.

Enxergando essa problemática, o Bispo de Cajazeiras lançava luzes na interpretação do texto e lembrava uma pista de solução, as ‘Comunidades de Comunidades’. “A partir de uma rede comunidades eclesiais missionárias, que a igreja conseguirá chegar aos diversos ambientes”. Lembrou Dom Francisco.

No turno vespertino, Dom Francisco trabalhou os seguintes assuntos: A Igreja nas casas: Palavra e Pão; e, A Igreja nas casas: Caridade e ação missionária. Ao falar da dimensão do Pão e da Palavra, o palestrante, explicou o sentido da casa, como o lugar do Encontro, um espaço propício, para em torno da Palavra, se viver uma experiência fraterna.

Já no tocante à Caridade, o Bispo falou de uma igreja que deve ser solidária devotando atenção às inúmeras realidades de exclusão social. Acerca da ação missionária, Dom Francisco, tornava a falar do fenômeno da urbanização e enfatizava que a cidade é um lugar favorável para a evangelização: “A evangelização começou nas cidades, nos grandes centros, e hoje, embora desafiador, o mundo urbano é uma porta para o anúncio do evangelho.” Destacou o assessor, Dom Francisco Sales.

O Segundo dia de Assembleia ainda reservou no turno da noite um momento para a exposição e divulgação do XVIII Congresso Eucarístico Nacional que vai acontecer de 12 a 15 de novembro de 2020 em Recife. Este momento foi conduzido pelo Monsenhor Albérico e reforçado pelo Arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido.

A programação para o Terceiro dia de Assembleia Pastoral contará com mais estudos em cima do tema trabalhado, discussões em grupos e as respectivas partilhas e intervenções. Ao final da tarde, acontece a Missa de envio que será presidida por Dom Paulo Jackson.

PASCOM – Pastoral da Comunicação

COMPARTILHAR