Milhares de fieis devotos participaram, nesta sexta-feira, 19 de fevereiro, da solenidade litúrgica que marcou os 133 anos de morte do Padre Mestre Ibiapina. A celebração aconteceu no Santuário de Santa Fé, localizado entre os municípios de Arara e Solânea. A missa campal foi presidida pelo bispo diocesano de Guarabira, Dom Lucena, e concelebrada por vários padres da região.

O Reitor do Memorial do Padre Ibiapina, padre Gaspar Rafael, lembrou que o evento deste ano marcou o lançamento da campanha dos devotos do Servo de Deus Padre Mestre Ibiapina, que possibilitará que os fieis possam colaborar com a manutenção do Memorial, assim como igualmente colaboram com santuários de todo o Brasil.

Em sua homilia o bispo Dom Lucena enalteceu a vivência plena do Ano Santo da Misericórdia, destacando a Porta Santa ali aberta e a necessidade de praticarmos as obras de misericórdia, assim como fez o Padre Ibiapina, que segundo Dom Lucena, viveu intensamente a caridade e fez de sua vida um projeto de doação aos mais pobres e oprimidos.

A imagem jubilar peregrina de Nossa Senhora Aparecida foi outra novidade deste ano. Ela foi trazida em procissão da igreja matriz de Arara até o Memorial em Santa Fé.

A equipe de reportagem da Rádio Integração fez a cobertura da festa e ouviu declarações de algumas autoridades.

ENTREVISTA DO PADRE GASPAR

ENTREVISTA DE DOM LUCENA

Veja algumas imagens do evento:

PASCOM

Entrevistas: Edilson Campos

COMPARTILHAR