A Pascom Diocesana, através da Equipe de Comunidades, estará disponibilizando, todos os meses, os Círculos Bíblicos para as comunidades, conforme sugestão durante a 10ª Assembleia Diocesana de Pastoral, ocorrida nos dias 18 e 19 de novembro de 2011. O mesmo material, já vem sendo publicado, há alguns meses, no Jornal “A Luz”.

1º CÍRCULO – NA COMUNIDADE DE COMUNIDADES JESUS NOS CHAMA.
A PRÁTICA LIBERTADORA DE JESUS REVELA O ROSTO DE DEUS (MC. 6:1-6)

ACOLHIDA

  • Criar um bom ambiente. Dar as boas vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Canto inicial
  • Invocar a luz do Espírito Santo

Olhar de perto as coisas da nossa vida
No tempo de Jesus, vários movimentos de renovação buscavam uma nova maneira de viver em comunidade. Esses movimentos tinham também seus Missionários (cf. MT. 23,15). Contudo, “estes não confiavam na comida do povo que nem sempre era ritualmente pura”. Por isso, levavam comida na sacola. Mas os Discípulos (as) de Jesus recebem recomendações diferentes, que ajudam a entender aspectos importantes da missão de anunciar a boa nova. Deviam ir sem nada; comer o que o povo lhes desse e não ir comer separado; ficar hospedado na primeira casa que aceitasse a paz para conviver de maneira estável e não andar de casa em casa.

Vamos conversar sobre isto.

  1. De acordo com os critérios dos discípulos e discípulas de Jesus, o que eles apresentam, de novo, na missão? Qual a novidade da missão dos discípulos e discípulas de Jesus?
  2. Como é feito o anúncio da boa nova na comunidade de comunidades?
  3. Olhar no espelho da vida.

Introdução à leitura do texto
O texto do nosso encontro de hoje apresenta a admiração e também a rejeição do povo de Nazaré em relação à pessoa de Jesus. Eles o conhecem. Ele é o carpinteiro, o filho de Maria. Jesus é tão simples e próximo que eles ficaram escandalizados e não acreditaram Nele. Por isso, Jesus não fez muitos milagres em Nazaré. Em seguida, Jesus envia seus discípulos e suas discípulas, dois a dois, fazendo- lhes algumas recomendações .

Leitura do texto Mc 6:1-6

Momento de silêncio e perguntas para reflexão:

  1. O que chama sua atenção no texto?
  2. Que posturas devem caracterizar os discípulos missionários que Jesus enviou em missão?
  3. Qual a missão do missionário (a) na comunidade, hoje?

Celebrar a vida que Deus nos deu

  1. Colocar em forma de preces aquilo que acabamos de refletir sobre o evangelho e sobre a vida.
  2. Terminar as preces com um Pai Nosso e cantar um cântico que expresse o que Jesus representa para nós.
  3. Bênção final.

2º CÍRCULO – ENVIO MISSIONÁRIO: ANÚNCIO, TOQUE E CURA COM ÓLEO (Mc 6:7-13)

ACOLHIDA

  • Criar um bom ambiente. Dar as boas vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Canto inicial.
  • Invocar a luz do Espírito Santo.

Olhar de perto as coisas de nossa vida
Temos visto, ouvido e experimentado a dolorosa condição das pessoas que necessitam dos cuidados da saúde pública. A “Campanha da Fraternidade de 2012 com o tema: Fraternidade e Saúde Publica” e o lema: “que a Saúde se difunda nesta terra”, denunciava com clareza e ousadia esta situação. Temos também conhecimento de pessoas que, ao saber que estão com doenças graves, sentem-se abandonadas por Deus.

Vamos conversar sobre isto.

  1. Vocês conhecem pessoas que se isolaram da comunidade por causa de doenças?
  2. De que maneira vocês se aproximam das pessoas doentes, buscando animá-las a acreditarem na força da vida, no amor e no carinho especial de Deus por elas?

Olhar no espelho da vida

Introdução à leitura do texto
O texto do nosso encontro de hoje apresenta os quatro pontos básicos que deviam marcar a atitude dos missionários (as) que anunciavam a boa nova de Deus em nome de Jesus: hospitalidade, comunhão de mesa, partilha e acolhida às pessoas excluídas. Se estas quatro exigências fossem preenchidas, eles e elas podiam e deviam gritar aos quatro ventos: O reino chegou!(MC 6,7-13). Pois o Reino de Deus que Jesus nos revelou não é uma doutrina, nem um catecismo, nem uma lei. O Reino de Deus acontece e se faz presente quando as pessoas, motivadas pela sua Fé em Jesus, decidem conviver em comunidade para, assim testemunhar e revelar a todos que Deus é Pai e Mãe e que, portanto, nos seres humanos, somos irmãos e irmãs uns dos outros.

Leitura do texto ( Mc 6:7-13)

Momento de silêncio

Perguntas que nos ajudam a interpretar a vida e a Bíblia

  1. O que chama sua atenção neste texto?
  2. Quais eram as exigências de Jesus aos discípulos e às discípulas que ele enviou em missão?
  3. Que posturas devem caracterizar nossa missão de discípulos missionários hoje?

Celebrar a vida que Deus nos deu

  1. Colocar em forma de prece aquilo que acabamos de refletir sobre o evangelho e sobre a vida.
  2. Terminar as preces com um Pai Nosso.
  3. Cantar um cântico que expresse o que Jesus representa para nós.
  4. Bênção final

3º CÍRCULO – O BANQUETE DA VIDA (Mc 6:30-34)

ACOLHIDA

  • Criar um bom ambiente. Dar as boas vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Canto inicial
  • Invocar a luz do Espírito Santo.

Olhar de perto as coisas da nossa vida.
No tempo de Jesus uma das principais atividades era cuidar das ovelhas. Como não havia cerca nas pastagens, era muito importante a presença do pastor no meio do rebanho, para levar aos melhores pastos e também afastar os animais ferozes que atacavam as ovelhas. Não se podia imaginar um rebanho sem pastor. Esta imagem do pastor era aplicada também aos dirigentes do povo. Quando Jesus diz que o povo estava como um rebanho sem pastor, quer dizer que seus líderes estão cuidando de si mesmos e deixam o povo abandonado. Está fazendo uma crítica forte, pois recorda com isto os profetas, principalmente o profeta Ezequiel, falaram muito disso.

Vamos conversar sobre isto.

  1. O seu papel na comunidade é de líder, que cuida ou tosquia as ovelhas?
  2. Na comunidade renovada, qual a verdadeira missão da pessoa crista discípula de Jesus Cristo?

Olhar no espelho da vida.

Introdução à leitura do texto
O texto de hoje descreve Jesus que permanece e celebra o banquete da vida com o povo simples. Na mística do grande ensinamento, dar e partilhar o sustento da caminhada da vida em missão.

Leitura do texto Mc 6:30-34

Momento de silêncio e perguntas para reflexão:

  1. O que mais chama sua atenção no texto?
  2. Qual a atitude de Jesus mediante a multidão e seus discípulos e discípulas?
  3. Qual a novidade da missão?

Celebrar a vida que Deus nos deu.

  1. Colocar em forma de prece aquilo que acabamos de refletir sobre o evangelho e sobre a vida.
  2. Terminar as preces com um Pai Nosso.
  3. Canto e bênção final.

4º CÍRCULO – MULTIPLICAÇÃO DOS PÃES
“VOCÊS DEVEM DAR DE COMER AO POVO”! VIVER A PARTILHA (Jo 6:1-15)

ACOLHIDA

  • Criar um bom ambiente. Dar as boas vindas. Colocar as pessoas à vontade.
  • Canto inicial: “Eu vim para que todos tenham vida.”
  • Invocar a luz do Espírito Santo.

Olhar de perto as coisas de nossa vida
No encontro de hoje, vamos ouvir a história da multiplicação dos Pães. O povo ia atrás de Jesus, porque via os sinais que ele fazia para os doentes. Era um povo faminto e doente, como um rebanho sem pastor. Estava desorientado. Buscava sinais, buscava um líder. Seguia a Jesus, porque enxergava Nele o novo líder capaz de resolver os seus problemas. Vendo aquela multidão de gente que o procurava, Jesus confronta os discípulos com a fome do povo: onde vamos comprar pão para eles comerem?(Jo 6,5). Alguma coisa tinha de ser feita!

Vamos conversar sobre isto

  1. O que você sente e como reage, quando vê pessoas catando no lixo algo para comer?
  2. Nestes últimos anos, a fome do povo diminuiu, mas a partilha não cresceu. Que ações ainda necessitam ser realizadas para que todos tenham o alimento necessário?

Olhar no espelho da vida

Introdução à leitura do texto
Vamos ouvir o texto que descreve como Jesus confronta os discípulos com a fome do povo e como multiplica o pão para os famintos. Durante a leitura, vamos prestar atenção nas atitudes de Jesus, de Filipe, de André, do rapaz.

Leitura do texto (Jo 6:1-15)

Momento de silêncio e perguntas para reflexão.

  1. O que mais chamou a sua atenção? Por quê?
  2. Quais as atitudes de Filipe, de André, do rapaz e de Jesus?
  3. Com qual dos personagens você mais se identifica? Por quê?
  4. Qual a reação do povo diante da multiplicação do pão? E qual a reação de Jesus?

Celebrar a vida que deus nos deu

  1. Colocar em forma de prece aquilo que acabamos de refletir sobre o evangelho e sobre a vida.
  2. Terminar as preces com um Pai Nosso.
  3. Cantar um cântico que expresse o que Jesus representa para nós.
  4. Bênção final.
COMPARTILHAR