Há 138 anos, em 19 de fevereiro, Padre Mestre Ibiapina fez sua páscoa, indo ao encontro do Senhor. Por isso, ontem, em especial, a Diocese de Guarabira recordou sua imagem como Servo de Deus e Apóstolo da Caridade, celebrando a Santa Missa em sua memória no Distrito de Santa Fé, Solânea. Todos os anos, nessa data, o dia do Padre Mestre contava com numerosa participação de fiéis romeiros que, inspirados pela sua fé em Jesus Ressuscitado, depositavam confiantes suas preces e seus agradecimentos. Apesar de não estarem presentes fisicamente, os devotos de Padre Ibiapina estavam unidos em oração, formando um único corpo, mas composto de múltiplos membros, como nos disse São Paulo em sua Segunda Carta aos Coríntios.O amor à missão e à prática da caridade concederam visibilidade ao Padre Ibiapina, homem que dirigiu sua atenção aos mais necessitados, numa clara opção pelos pobres. Vivendo com zelo sua vocação missionária, ergueu frentes de combate seca, no ensejo de diminuir o sofrimento de homens e mulheres chagados pelas longas estiagens, pela fome e pelo desamparo social e econômico. Sem dúvidas, Deus fez suas as ações e a voz do Padre Mestre, que serviram como alentos em tempos tão difíceis, desse modo, prova aos homens e às mulheres que a promessa feita a Josué, no Antigo Testamento, continuava válida e atual: “não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares” (Js 1,9b)”.

A Santa Missa foi celebrada por Dom Aldemiro Sena dos Santos, Bispo de Guarabira, no Santuário Memorial Padre Ibiapina, contando, apenas, com a participação de autoridades locais e de membros do clero, dentre os quais estavam Padre José André, Vigário Geral, e Padre Aurélio de Miranda, Reitor do Santuário. Na oportunidade, Dom Aldemiro, voltando-se ao Tempo da Quaresma e à prática do jejum à luz de Isaías, dirigiu as seguintes palavras aos diocesanos: “O culto deve estar unido à solidariedade com os pobres e isso nos faz lembrar de Padre Ibiapina! O nosso jejum deve estar ligado à solidariedade para com os pobres, os mais sofridos. Caso contrário, não agrada a Deus e é estéril. As manifestações exteriores de conversão têm a sua prova real na caridade e na misericórdia”.

Atualmente, vivenciando tempos difíceis mais uma vez, cabe-nos buscar inspiração
em Padre Ibiapina que, mesmo ante grandes dificuldades, soube superá-las, sendo luz onde prevalecia a escuridão. Portanto, temos a alegria de poder fitar nossos olhos no seu exemplo e aspirar que, num futuro próximo, esteja em louvor nos nossos altares. Para isso, é fundamental a mobilização de toda a Diocese de Guarabira. No próximo dia 09 de março, o processo de beatificação desse Servo de Deus estará em apreciação pelos historiadores da Causa dos Santos, no Vaticano. Isso requer orações de toda a comunidade diocesana, a fim de obtermos resposta favorável. Além disso, esse processo requer a colaboração financeira de nossos fiéis para cobrir despesas geradas por ele. Na sequência, dispomos os dados bancários:

Banco do Brasil
Conta Corrente: 38.388-0
Agência: 0200-3

Padre Ibiapina, Apóstolo da Caridade, inspirai-nos!

 

Por: Pastoral da Comunicação Diocesana – PASCOM; Fotos: Pascom Arara.