Nos dias 06 e 07 de novembro, aconteceu a XIX Assembleia Diocesana de Pastoral, no Auditório da Cúria Diocesana, em Guarabira, Paraíba. Esse encontro objetivou refletir sobre a operacionalidade do IV Plano Diocesano de Pastoral à luz das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil (DGAE) para os anos de 2019-2023, conforme o Documento 109, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Nesse documento, enfatizam-se os quatro pilares que sustentam a vida eclesial missionária: Palavra, Pão, Caridade e Ação Missionária.  No primeiro dia, a assembleia contou com a participação dos padres (Párocos, Administradores e vigários paroquiais), de um representante dos Diáconos permanentes e de Dom Aldemiro Sena – Bispo Diocesano. Já no segundo dia de assembleia, além da presença dos ministros ordenados, estiveram também as coordenações diocesanas das pastorais/movimentos/serviços e secretárias e secretários paroquiais. Na oportunidade, Dom Aldemiro falou acerca da importância de todos no processo de evangelização, ressaltou o valor da unidade, necessário para o ano subsequente, que será marcado pela ênfase à Palavra.       

 

Ao longo da assembleia diocesana, foi realizado o estudo do referido documento. Acerca dele, Pe. Reinaldo Calixto refletiu sobre a imagem “Casa da Palavra”, destacando que a missão da Igreja encontra seu “ser” na missão de Jesus, nunca cumprida sem a Palavra. Nesse contexto, articulou sua reflexão à parábola do semeador (aquele que semeia a Palavra). Houve também uma exposição oral realizada pelo Padre Bosco acerca do Pilar do Pão: Liturgia e Espiritualidade e uma avaliação das realizações em 2020 e, ainda, uma apresentação voltada a outro pilar: Pilar da Palavra 2021: Iniciação à Vida Cristã e animação bíblica da vida e da pastoral.   

Nesse espaço, oportuno para reflexões, foram levantados tópicos como: o Curso Livre de Teologia, no qual há a necessidade do incentivo à participação; a imprescindibilidade da pastoral para pessoa com deficiência; a instalação e o apoio à Fazenda da Esperança; a fundamental formação de ministros da palavra. Ademais, focalizou-se o temário para novenas e trezenas de festas de padroeiros que acontecem nas paróquias, áreas pastorais e comunidades em toda a Diocese.     

Em linhas gerais, para o ano de 2021, foram acentuadas as seguintes ações pastorais: instituir os ministros Extraordinários da palavra; incentivar a participação no Curso Livre de Teologia em nível diocesano e valorizar o mês da Bíblia, com atividades de leitura, estudo e oração. Todas essas ações apontam em direção à valorização e reconhecimento da Palavra, enquanto elemento basilar na evangelização da Igreja.     

Por fim, encontros como a XIX Assembleia Diocesana de Pastoral, além de reforçar a unidade e a partilha de experiência, possibilitam a construção de um planejamento anual, composto por estratégias e metas para a evangelização e para as atividades pastorais no contexto diocesano, paroquial e comunitário. Nesse sentido, as assembleias permitem saber onde estamos, por quais caminhos trilharemos e a quais lugares poderemos chegar: guiados pelo Espírito Santo e acompanhados pela Virgem Maria – Nossa Senhora da Luz. 

 

Por: Pastoral da Comunicação Diocesana – PASCOM