Pe. MiguelO Dizimo é a nossa gratidão a Deus, que é misericordioso para com seus filhos. O cristão manifesta de forma concreta a sua fé em Deus e o seu amor ao próximo, quando faz a devolução do dízimo.

O cristão dizimista exerce a fé, esperança e a caridade, pois, através do dizimo, a Igreja se mantém em atividade nos trabalhos de evangelização e missão, em construção das igrejas, salões paroquiais e manutenções em geral, como também nas obras de caridade e assistência aos menos favorecidos.

Cada vez mais que nos aproximamos de Deus, mais gratos ficamos por sua bondade e, para construção do reino, doamos nossas vidas em favor da Igreja e dos irmãos; e com o dízimo estamos ajudando na missão de nossa Igreja. “Todos os dízimos da terra – seja dos cereais, seja das frutas – pertencem ao Senhor; são consagrados ao Senhor”.(Levítico 27,30).

É importante saber que o dízimo não é um pedido de dinheiro, mas dízimo é gratidão, ato de fé do cristão, que ama a Deus e ao próximo. Portanto, cada cristão consciente de sua missão e da gratidão a Deus torna-se dizimista. E você é consciente de sua missão? Você já se tornou dizimista? Faça a experiência!

Pe. Uelvo Geraldo Miguel Fernandes

COMPARTILHAR